Rise of the Resistance

Eu sou um grande apaixonado pela Disney – e essa paixão se concentra, principalmente, nos seus parques temáticos…, mas também, desde meus 10 anos de idade (ou seja, por mais de 40 anos), sou um grande fã de Guerra nas Estrelas e não perdi nenhum de seus filmes.

Destaco isso porque, é claro, sou fã de Star Wars: Galaxy’s Edge, a “terra de Guerra nas Estrelas”, que foi erguida tanto no Disney’s Hollywood Studios como na Disneyland Califórnia.

A Disney investiu mais de US$ 2 bilhões para construir as versões gêmeas dessa terra… e uma boa parte desse orçamento, foi dirigida para o desenvolvimento daquela que é a sua atração principal: Rise of the Resistance.

Bob Chapek, o principal executivo responsável pelos parques Disney, em uma coletiva de imprensa, comentou que essa era uma atração que iria determinar um novo padrão nas experiências em parques temáticos.

Na minha opinião: não existe exagero na afirmação… somente um erro: Rise of the Resistance está longe de ser uma “atração” … ela é uma experiência completa e inovadora.

Ponto Orlando Rise of the Resistance 001

Enredo

 

Eu não quero estragar a surpresa – e esse é um elemento que faz muita diferença na experiência…, mas você vai embarcar em uma aventura que envolve uma grande fuga das forças opressoras e tirânicas da Primeira Ordem. Você, junto com outros “rebeldes” da Resistência e com heróis conhecidos como o simpático robozinho BB-8.

Não vá esperando uma sequência normal, como em outras atrações… você irá passar por sistemas de transportes diferentes, momentos de pura contemplação, diferentes salas, diversas projeções, interações com áudio-animatrônicos, elevadores e simuladores!

Detalhes

 

Rise of the Resistance surpreende pelo seu tamanho… tudo é muito grande – existem salas onde você irá se deparar com um pelotão inteiro de stormtroopers – aqueles soldados brancos de Guerras nas Estrelas ou com os grandes veículos AT-AT (All Terreain Armored Transport).

Além disso, o tamanho e as diferentes dimensões, permitiram a atenção com os mínimos detalhes. Aqui você poderá apreciar uma verdadeira obra de arte dos imagineers (engenheiros/criadores da Disney) – não só é uma experiência completa de storytelling, onde você participa de uma história com começo-meio-fim, como também você vai experimentar uma total imersão no tema… os detalhes são tantos e tão cuidadosamente pensados, que é fácil você acreditar que está no meio de Star Wars.

Ponto Orlando Rise of the Resistance 002

Tecnologia

 

A Disney empregou uma quantidade enorme de novas patentes tecnológicas em Rise of the Resistance. E sim, essa é uma experiência que depende de muitos recursos e inovações: uma iluminação impressionante, efeitos de luz e pirotécnicos, projeções, telas enormes de alta definição, veículos que se movem sem trilhos, sistemas individuais de som que se combinam com efeitos sonoros ambientais e os fantásticos animatrônicos de última geração (A1000).

Fazia tempo que eu não entrava em uma atração que me fazia proferir “Uau” em tantos momentos… além de, em várias situações, eu ficar me perguntando “como é que fizeram isso”?

Atuação dos Cast Members

 

São muitas as atrações nas quais os cast members precisam encarnar um personagem: Jungle Cruise e Haunted Mansion são exemplos que logo aparecem…, mas a atuação e interação em Rise of the Resistance, além de muito intensa (em alguns momentos chega a intimidar) é parte fundamental na experiência. Sim, em alguns momentos, a atuação deles irá trazer um senso de perigo, gravidade e até de urgência. Todos estão de parabéns!

Vila virtual, fila real e a capacidade da atração

 

Como era de se esperar, essa é uma experiência que tem atraído multidões… na verdade: muita gente esperou para que Rise of the Resistance fosse inaugurada para então visitar e conhecer Star Wars: Galaxy’s Edge. E isso fica com uma intensidade muito maior, quando juntamos o nível de fanatismo e devoção que Guerra nas Estrelas gera, não só aqui nos EUA como em todo mundo.

Nos seus primeiros meses, Rise of the Resistance não irá operar em sua capacidade ideal: estima-se que nos 3 primeiros meses de operação, serão em média, 12.000 pessoas por dias. A média diária de público no Disney Hollywood Studios é de 30.000 guests… ou seja: a atração, nesse período, só pode acomodar 40% do público do parque.

Como a Disney não quer repetir o que acontece em outra atração (Flight of Passage) onde os guests gastam 3 a 4 horas em uma fila, foi optado, pelo menos nesse momento inicial, por um sistema de fila virtual – você não precisa ficar esperando em uma fila normal, poderá fazer outras atrações e até, poderá sair do parque para voltar depois.

A fila virtual, Virtual Queue, funciona da seguinte maneira:

– Assim que você entra no parque – e por entrar no parque eu digo: passou seu ticket ou magic band pela catraca eletrônica – você precisa fazer o registro na fila virtual.

– O registro é feito via o aplicativo “My Disney Experience” em seu celular… sendo assim, não deixe de baixá-lo e de configurá-lo anteriormente (você precisa adicionar seu ticket ou magic band no aplicativo).

– Existem uma série de cast members, logo após a entrada, que podem auxiliar em todo o processo.

– No momento do registro, você irá receber um “Boarding Group”, ou seja, grupo de embarque.

– Você somente poderá entrar na atração, quando o seu grupo for chamado – e quando isso acontecer, você tem duas horas para entrar.

– Depois que você entrou, você irá passar por uma pequena fila real – que não toma mais do que 40 minutos (no pior dos casos).

– A atração em si, demora uns 15 minutos (é uma das atrações mais longas da Disney).

– Importante: nos primeiros dias de operação, a atração tem conseguido atender algo em torno de 120 grupos por dia. Mesmo chegando bem cedo, você tem a possibilidade de pegar vaga em um dos últimos grupos e só poderá entrar na atração no final do dia ou noite.

Estratégia

 

Não existe maneira ou saída diferente… essa atração não conta com um Fastpass+, nem está dentro das atrações do Extra Magic Hours (horário especial para hóspedes dos hotéis da Disney) – pelo menos nesse momento inicial.

Sendo assim, a única forma segura de você garantir seu lugar em um dos grupos é CHEGANDO CEDO… Isso mesmo.

– Durante essa fase inicial, o Disney Hollywood Studios está com horário oficial de abertura às 7 da manhã– mas até agora, todos os dias, a Disney está permitindo a entrada das pessoas uns 30 minutos antes do horário oficial. Mas um detalhe importante: você somente pode acessar o registro da fila virtual na hora oficial de abertura. Você pode chegar com 40 minutos ou 1 hora de antecedência… o tempo de espera para abrir as catracas será bem curto e, depois, você aguarda o horário oficial já dentro do parque.

Mas o que é o ponto importante: como é muita gente que chega cedo, os grupos de embarque acabam muito cedo também! NORMALMENTE, OS GRUPOS DE EMBARQUE SE ESGOTAM COM POUCO MENOS DE 30 MINUTOS DA HORA DE ABERTURA!

Lembrando: chegue entre 1 hora e 40 minutos antes da abertura oficial do parque.

Conclusão

 

Sim, Rise of the Resistance é uma experiência imperdível para quem está visitando a Disney – e independe de você ser um grande fã de Guerra nas Estrelas ou não. É divertida e impressionante, garantindo surpreender a todos que a experimentarem.

O sistema de fila virtual está assustando alguns dos visitantes brasileiros, mas é um grande avanço para quem curte a Disney – eu gostaria que fosse devidamente ampliado para outras atrações (como Flight of Passage, por exemplo). É uma maneira muito mais justa de você buscar a sua chance de curtir essa atração – deixando você livre para fazer outras coisas, sem perder tempo em uma longa fila. Não se iluda: essa atração, sem o sistema virtual, exigiria um tempo monstruoso em uma fila interminável.

O único problema: nesse primeiro momento, para você não ter a infelicidade de não conseguir um grupo de embarque, você precisará chegar bem cedo…, mas, garanto, a experiência recompensa em muito esse pequeno sacrifício.

Links importantes

 
  • Para saber os horários de abertura do Disney’s Hollywood Studios, clique AQUI.
  • Para nosso post sobre ingressos Disney, clique na frase a seguir: Ingressos da Disney

Comments

Leave a comment